Slides
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
» eu odeio o horario de verão,e você?
Ter Dez 20, 2011 7:18 pm por Juez

» Prisão sul coreana tem guardas robóticos
Ter Dez 20, 2011 7:13 pm por Juez

» jogar os widgets para a direita
Seg Nov 28, 2011 7:50 am por Administração

» organizar a area de 'Download' em ordem alfabetica
Seg Nov 28, 2011 7:49 am por Administração

» remover o anti spam
Seg Nov 28, 2011 7:46 am por Administração

» Modificações na Equipe de Moderação
Seg Nov 28, 2011 7:43 am por Administração

» Dúvida
Dom Out 30, 2011 7:42 pm por Juez

» Desfiando Chuck Noris
Sex Out 28, 2011 7:03 pm por RedHooh

» Mineiros chilenos com problemas psicológicos
Qui Out 27, 2011 5:09 pm por Administração

» Um aviso a todos!
Seg Out 24, 2011 4:41 pm por Administração

» descobri um atalho interessante
Dom Out 16, 2011 10:09 pm por Steel

Os membros mais ativos do mês

Parceria


Faça aqui!
Parceiros
Estatísticas
Temos 73 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de leopardo

Os nossos membros postaram um total de 1646 mensagens em 546 assuntos

Paddy Doyle

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Paddy Doyle

Mensagem por sheeft em Sab Jul 09, 2011 2:54 pm


Por que você resolveu bater esse recorde?

Gosto de praticar esportes desde os 8 anos de idade. Meu primeiro recorde no GWR foi em maio de 1987, quando realizei o maior número de flexões de braço em 4h30min com um peso de 50 libras (22,7kg) nas costas. Tive um total de 48 recordes esportivos publicados no Guinness World Records, em quase todas as edições desde 1990.

Quanto tempo você precisou treinar para quebrar o recorde?

Gosto de praticar esportes desde os 8 anos de idade. Meu primeiro recorde no GWR foi em maio de 1987, quando realizei o maior número de flexões de braço em 4h30min com um peso de 50 libras (22,7kg) nas costas. Tive um total de 48 recordes esportivos publicados no Guinness World Records, em quase todas as edições desde 1990.

O que significa para você conquistar um recorde do GWR?

Essa é a conquista máxima para qualquer atleta de resistência. Para dizer a verdade, se não fosse pelo Guinness World Records – que ajudou a canalizar minha agressividade – eu provavelmente teria ido parar na prisão. Ter um recorde no GWR significa que você é o melhor do mundo.

O que você faria se alguém batesse seu recorde?

Em muitas ocasiões, quando outro atleta superou meu recorde, eu voltei para a academia e treinei ainda mais para conquistá-lo de volta.

Qual é seu recorde favorito do GWR, sem contar o seu?

Gosto dos recordes olímpicos, que o GWR publica após cada Olimpíada.

Gostaríamos de saber um pouco mais sobre você e suas origens.

Tenho uma namorada adorável chamada Deborah, que apoia muito meu treinamento e os recordes mundiais. Tenho também uma cadela chamada Trixie, nascida de um cruzamento entre bull terrier inglês e boxer. Meus hobbies são escalar montanha e alpinismo, e sou um líder de montanha qualificado. Também sou faixa preta terceiro dan e ensino autodefesa e boxe para homens e mulheres. No momento, sou palestrante esportivo em meio período. Cresci perto da famosa estrada Spaghetti Junction, em Birmingham, RU.

Conte-nos alguma coisa engraçada ou interessante sobre você, algo que gostaria de compartilhar.

Sou conhecido como um comediante entre os meus amigos – gosto de brincar com eles e de animá-los.

Qual é seu regime de treinamento?

Regime de treinamento diário: · 8 a 12,8km de marcha acelerada no campo, com uma mochila nas costas. · Artes marciais de full-contact, pugilismo e treino de luta: cinco rounds · 16km de bicicleta ergométrica · 1h de treinamento em circuito, consistindo de flexões, abdominais, para jumps [agachar, esticar as pernas, puxar as pernas de volta e pular], agachamentos, tiros de corrida e pesos leves · 8km de remo · Treino de pad work [socos em luvas almofadadas utilizadas pelo treinador] e luta corpo a corpo

Você segue alguma dieta especial?

Costumo comer vegetais, frango, peixe, frutas, carne de milho, massas, queijo, óleo ômega, óleo de hipoglosso [de peixe], pão preto integral. Nada de carne vermelha.

Como você se sentiu depois da tentativa?

Foi como se tivesse conquistado o Everest, além de ter ficado mentalmente exausto!

Alguma vez pensou que não conseguiria?

Em algumas ocasiões senti como se não fosse alcançar a linha de chegada, mas minha força de vontade e preparo físico acabaram fazendo a diferença. Entre os recordes mais difíceis que enfrentei, mas ainda assim consegui quebrar, estão o Desafio de Preparo Físico do GWR, o recorde de flexões em 24h, o recorde de flexões com um braço em 5h e o recorde de flexões com as costas das mãos em 1h carregando uma mochila de 40 libras (18,16kg). Em primeiro lugar, ser o número 1 do mundo em uma prova de resistência torna tudo muito especial. Além disso, sinto que todo sangue, suor e lágrimas valeram a pena. Em recordes que exigem força e preparo físico, você fica completamente absorto, mas se sente o mais solitário no mundo, dependendo só de você para conseguir. Isso requer uma força mental diferente, ainda mais quando se força o corpo durante 28h seguidas, como fiz no desafio do Guinness World Records. A pressão, a adrenalina e o ato de forçar o corpo além dos limites de resistência tornam toda a experiência muito especial.

Fonte: Guinness World Records
avatar
sheeft
Usuário do fórum

Mensagens Mensagens : 177
Créditos Créditos : 392
Data de inscrição Data de inscrição : 08/07/2011

Idade : 23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum